quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Paradox BBC Serie




No dia 24 do mês de novembro a emissora BBC lançou um seriado chamado "Paradox", nele temos o elemento mais comuns em viagens no tempo: "Tentar evitar que algo aconteça". No primeiro episódio temos o Dr. Christian King (Emun Elliott) um físico que no meio de suas análises das manchas solares recebe um download de 8 imagens que fazem parte de um quebra-cabeça de um terrível acidente que irá acontecer. Na tentativa de evitar que isso aconteça ele entra em contato com a equipe de polícia requisitando um detetive que seja "inteligente" e que tenha "imaginação fértil" (sim, parece aqueles descritivos de site de namoro... ^^), onde o departamento envia a D.I. Rebecca Flint (Tamzin Outhwaite), no começo Rebecca e sua equipe ficam meio desconfiados, porém com o passar das horas eles começam a perceber que todas as peças do quebra-cabeça são reais.

Em todos os lugares que lí sobre esse seriado, ví mais comparações dele com Minority Report do que com um filme que mais cai como uma luva, o bom e velho "12 Macacos" com Bruce Willis. Confesso que se nunca tivesse visto ou ouvido falar do "12 Macacos" eu também compararia a série com Minority Reporte, graças ao plot de  "Equipe de policiais tentando evitar que eventos futuros aconteçam".


Twelve Monkeys (1995)- Original Theatrical Trailer

Comparando "12 Macacos" com "Paradox" da BBC, temos uma comparação mais sincera, principalmente com o que o primeiro episódio deixa claro, ele nem sempre poderão alterar os eventos que são narrados nas fotos, principalmente por não terem nada de concreto, apenas possíveis horas e datas para o acontecimento, já no "12 Macacos" temos quase isso, a única diferença é que não é uma equipe de policiais, é apenas James Cole o personagem de Bruce Willis que é lançado pelo tempo para tentar evitar que um vírus letal seja lançado na atmosfera.

Em ambos os casos temos a Síndrome de Cassandra que podemos resumir dizendo apenas que quem sofre da síndrome de cassandra, alega saber o futúro mas não pode fazer nada à respeito, o que me lembra automaticamente da cena do vaso do filme Matrix.

Matrix: Neo e o Oraculo
Analisando todos esses aspéctos das previsões do futuro e viagens no tempo, sempre ficamos preso em um labirinto de questões que nos causam grandes dores de cabeça, como essa proposta pelo Oráculo que pergunta pra ele se ele teria quebrado o vaso se ela não tivesse dito nada. Pois é, Paradox é mais uma obra televisiva que está aí da dar dor de cabeça aos produtores e roteiristas, caso eles não saibam trabalhar com esse enredo, que convenhamos é muito fértil, eles podem acabar como o pessoal do Flash Forward que mal começou e já tá mal das pernas.

Vou parar por aqui, pois posts muito longos ninguém lê, mas eu prometo que vou tratar mais profundamente sobre os aspectos de viagens e viajantes do tempo e também dessas previsões do futuro.

=========================
Carpe mother fucker Dien!
=========================

4 comentários:

Gangrel II - A Missão disse...

A Série teve 5 episódios.

uma pena! (ou bom, que deixou com um gostinho de "quero mais" e não perdeu-se, como se temia...)

 Mad Hatter disse...

Uma pena mesmo, mas série britânica de viagem no tempo ainda temos o bom e velho Doutor \o/

Aladim disse...

A tal série Paradox é ruim demais, os atores são péssimos, beirando a canastrice, o roteiro/enredo batido, forçado e sem graça. O tema é bom, mas mau aproveitado. Os ingleses nunca fizeram algo assim com qualidade, então não decepcionaram no final das contas.

Decypher disse...

Realmente pena que acabou. 5 episódios não dá para pegar o ritmo. Antes de falar é só olhar a carreira dos atores. Atores com bastante bagagem. Nada haver com os 12 macacos muito menos com Minority...
Não adianta querer que as séries inglesas sejam iguais as americanas, os ingleses não são iguais.