terça-feira, 28 de outubro de 2008

Eu te amo

Hey paradoxianos, sei que o tema "amor" já é bem manjado, mas será que é entendido? Hoje em dia é tão simples e rápido alguém dizer eu te amo, que até perde um pouco do impacto dessas 3 palavras juntas...

Ok, saio contigo hoje e daqui menos de 1 mês já estou morrendo de amores? Tá certo que existe amor à primeira vista, porém vem aquela grande variável negligenciada: carência. Sei que muitos devem estar me achando um grande hipócrita filho de uma puta, porém essa é a realidade... o "amor" é muitas vezes confundido com a necessidade de se ter alguém do lado.

"Precisar de alguém porque a ama é uma coisa, mas amá-la porque precisa é outra."

É interessante tentar discerni esses dois pontos, já que ambos são muito parecidos no ponto de vista de quem sente, pois em ambos os casos o desejo de ter a pessoa por perto é bastante intenso. Um adendo à isso seria o grande fato das pessoas se sentirem cada vez mais sozinhas e terem mais problemas que, por mais que neguem, querem dividir o fardo.

Últimamente a quantidade de pessoas carentes está aumentando de uma forma perceptível e muitos casais, mesmo estando infelizes com a relação, continuam pelo simples fato de ter se acostumado o/a parceiro(a) estar sempre ao lado. Essas pessoas esquecem que antes de amar de verdade, deve se ter uma amizade consistente, pois caso uma relação se baseie apenas em fornicação (ok, podem jogar as pedras) estará fadada à ruina, muitas vezes iniciada em traição, que na grande maioria acontece pelo fato de que a pessoa encontrou o afeto que necessita nos braços de outra(o).

Essa grande necessidade de dizer eu te amo, ao analisar friamente a situação, deve ser trocada pela necessidade de entender de verdade essa pessoa que se encontra ao seu lado, pois quando você já tiver conhecido ela(e) em um nível acima das pessoas comuns que a(o) conhece, e mesmo assim seu coração ainda bater forte por ela(e), aí sim... sinto muito mas você está amando de verdade.

========================================================
CARPE MOTHER FUCKER DIEM, PARADOXIANS!!
========================================================

2 comentários:

Ikellus disse...

engraçado ler este post depois do que você me disse hoje... dá para confiar?
xoxo, sweetie.

Sgt. Sano Brujah disse...

Hahahahahahahaahhaha.... como você mesmo diz aqui meu caro Tony...
"Precisar de alguém porque a ama é uma coisa, mas amá-la porque precisa é outra."
É realmente engraçado pensar desta forma, mas compreensvel´.