sábado, 26 de fevereiro de 2011

The Fucking Insonia

Incrível o que o sono faz com uma pessoa que não bate bem da cabeça, ou melhor dizendo, que bate demais a cabeça. Tomei tanto café hoje que se eu me cortar sai um expresso muito bom o/

Mais um fim de semana chegando e eu aqui viajando na noite, fala sério, estou muito perto de surtar, a insônia se tornou uma companheira inseparável, o café que eu tomo é mais como desculpa mesmo, pois se eu ficar sem tomar acontece a mesma coisa... é complicado.

É engraçado o que acontece na cidade à noite, aqui do meu prédio vejo um monte de merda acontecendo, muitas delas tão bestas e sem importância que me fazem até rir. Por exemplo o fato do bar aqui perto ter sido emparedado por não respeitar a famosa lei do silêncio que entra em vigor após certo horário, sinceramente eu nunca ví uma parede ser levantada em tão pouco tempo.

Isso foi à poucos dias e até agora não derrubaram a parede, das duas uma, ou estão respeitando a lei (o que eu duvido), ou simplesmente ainda não conseguiram (o que é mais provável). Ok eu gosto de bares, curto pra caramba ficar jogando conversa fora por horas à fio, mas fala sério, barulho tem mesmo limite, antes de ser emparedado essa porcaria tava tocando algo que se assemelhava à um acasalamento entre um javali e um marreco rouco, e pior, O HORROR, tinha gente tão bêbada que estavam dançando!!

The Horror!! The Horror!!

E não para por aí, aqui por perto só tem nego sem noção, volta e meia tu escuta uns gritos que você não consegue distingüir entre prazer, dor ou ensaio para efeitos sonoros do Animal Planet. Acho que uma das cenas que eu nunca vou esquecer é eu chegando no prédio mais louco que o Batman e tentando discutir com alguém que tava lá (ou eu estava alucinando) o porque de eu beber tanto pra chegar à tal ponto, ainda lembro claramente pois quando eu ia dizer algo como "eu bebo pra esquecer", simplesmente saiu algo como "eu Hugoooooooooo", lavando a pessoa de vômito.

Pessoas ainda me olham estranho por isso, juro que não lembro quem foi, mas sempre que entra alguém no elevado e me olha com cara de bravo, eu nem cumprimento, apenas balanço a cabeça em forma de saudação. Vai que a pessoa ainda guarda raiva por isso o/

Well, Great mother fucker weekend for you all.

Um comentário:

Kaito disse...

Pois é dude, as vezes a insônia sempre tá alí. Esperando você deitar e colocar a cabeça no travesseiro pra dar um "oi".
No demais, tudo continua como padrão. Nada mudou absolutamente, neste caso só posso te dizer: "Keep Drinking"